Influenciadores digitais
devem entrar no
seu plano de Marketing?

Influenciadores digitais devem entrar no seu plano de Marketing?

Não é de hoje que os influenciadores ocupam um papel de destaque no Marketing e na Publicidade. Há muitos anos, empresas e organizações buscam nomes que as ajudem a vender mais determinado produto ou serviço e a chegar em seu público potencial de forma certeira.
Com o tempo, porém, a influência tem migrado das grandes celebridades para aqueles que se consolidaram no ambiente virtual, com o compartilhamento de conteúdo em blogs, canais de YouTube e redes sociais.
Os influenciadores digitais, porém, apesar de serem excelentes embaixadores para as marcas, demandam uma estratégia muito bem pensada para trazer resultados reais.
Por este motivo, neste artigo vamos compartilhar os principais elementos que embasam as ações de relacionamento com influenciadores digitais que executamos nos projetos de nossos clientes na Fusão Online. Confira!

O que são influenciadores digitais?

Em primeiro lugar, achamos importante definir o que são influenciadores digitais, que também podem ser conhecidos por digital influencers, creators e criadores de conteúdo. Eles são pessoas que possuem um poder de influência sobre determinado público, podendo contribuir na decisão de compra de determinado produto ou serviço ou até mesmo na adoção de determinados comportamentos.

Os influenciadores digitais ocupam as mídias consideradas não tradicionais para disseminar suas mensagens e, ao contrário das celebridades que possuem uma imagem idealizada e distante junto ao público, eles são vistos como pessoas próximas, espontâneas e acessíveis.

Influenciadores e microinfluenciadores digitais

Quando falamos em ações de marketing para empresas de pequeno e médio porte, porém, já não são mais os grandes influenciadores que ocupam destaque como tendência a ser seguida – inclusive pelo alto custo de incluí-los em campanhas digitais.

Neste contexto, os microinfluenciadores têm se mostrado como escolha muito mais assertiva, tanto em termos de investimento quanto de retorno gerado. Com número menor de seguidores e, na maioria das vezes, voltados a um nicho específico de público e de conteúdo, esse perfil de influenciador digital é uma das maiores apostas para as marcas nos próximos anos.

As principais vantagens de se investir em microinfluenciadores está no engajamento e na proximidade que possuem junto aos seus seguidores, possibilitando uma taxa de conversão maior do que ao se focar em grandes nomes. Atualmente, mesmo as marcas de maior porte já começam a apostar nos microinfluenciadores, com a divisão de sua verba em vários nomes para melhores resultados.

Por que apostar em marketing de influência?

Mas, por que investir em microinfluenciadores se você é uma marca de pequeno ou médio porte? A partir de nossa experiência, mesmo estratégias de marketing com recursos limitados podem incluir este tipo de ação para ampliar resultados a partir de alguns benefícios principais:

  • Entender melhor seu perfil de público e contar com a experiência do microinfluenciador para trazer insights sobre o relacionamento com estas pessoas;
  • Co-produzir conteúdo relevante e autêntico, com um apelo muito menos institucional e que, portanto, gera mais engajamento;
  • Chegar ao público que não consome mídia tradicional – mesmo os anúncios digitais, que já são bloqueados por significativa parcela dos usuários;
  • Gerar reconhecimento de sua marca, com associação a um nome respeitado pelo seu público potencial;
  • Aumentar o tráfego de seu site ou blog e ampliar o número de seguidores em redes sociais;
  • Efetivamente gerar resultados de vendas ou de geração de leads para serem trabalhados a médio e longo prazo.

É claro, para chegar nessas vantagens ao trabalhar com microinfluenciadores é necessário primeiro desenhar uma campanha, com objetivos específicos a serem alcançados e definição clara sobre o que será feito. Apenas contratar o microinfluenciador e esperar que a mágica aconteça pode ser um tiro no pé.

Como encontrar microinfluenciadores relevantes para seu público?

Para colher bons resultados a partir de ações com influenciadores digitais e microinfluenciadores, um primeiro passo muito importante é encontrar a pessoa certa (ou as pessoas certas) para influenciar seu público em relação à sua marca, ao seu produto ou ao seu serviço.

Como você deve ter acompanhado, não foram poucos os escândalos envolvendo declarações polêmicas de influenciadores digitais recentemente. Por isso, antes de contratar qualquer ação, é preciso entender se aquele produtor de conteúdo realmente possui um perfil que combina com a sua empresa em termos de posicionamento e de comportamento.

Veja abaixo alguns caminhos para encontrar microinfluenciadores que podem contribuir para seus resultados de Marketing e Vendas:

  • Busca em redes sociais por temas associados ao seu negócio;
  • Pesquisa junto aos clientes atuais da sua empresa;
  • Utilização de ferramentas pagas como Airfluencers;
  • Contratação de uma agência para realização do mapeamento.

Em todos os casos, é importante levar em conta, ainda, alguns fatores para a escolha:

  1. Número de seguidores não é o mais importante, mas sim a conexão do microinfluenciador com o público;
  2. Alguns microinfluenciadores não estão dispostos a fazer parcerias com as marcas, por isso é bom filtrar algumas opções antes de bater o martelo;
  3. Como falamos anteriormente, olhar para o histórico é essencial, um trabalho que demanda algum tempo, mas que faz toda a diferença na prevenção de qualquer risco.

Contar com algum tipo de assessoria especializada também é importante, assim a sua empresa evita o risco de uma abordagem que possa ser mal interpretada, trazendo mais prejuízo do que benefício para a sua empresa.

Construção de relacionamento com microinfluenciadores

Falando em evitar riscos na contratação de microinfluenciadores para sua estratégia de marketing, a construção de relacionamento é um elemento fundamental, antes, durante e, principalmente, depois da ação realizada.

Microinfluenciadores não possuem, necessariamente, como motivação principal para ações com as marcas a remuneração que isso trará. Muitas vezes, envolver-se em uma causa e obter ganhos como maior número de seguidores, associação a uma marca de qualidade e mesmo obter benefícios como brindes e amostras pode ser suficiente. Porém, até ter certeza disso, é preciso conhecer os reais interesses dos escolhidos para associação com a sua empresa.

Existem, ainda, uma série de boas práticas a serem consideradas no relacionamento, inclusive algumas delas consolidadas no Código de Conduta produzido pela Abradi, a Associação Brasileira dos Agentes Digitais.

Mais uma vez, contar com um profissional ou com uma agência parceira para condução desse relacionamento pode ser um caminho que garanta melhores resultados e um relacionamento de longo prazo, independentemente do término da ação contratada.

Não se esqueça: monitorar o ROI é essencial

Por fim, como qualquer outra ação de Marketing realizada pela sua empresa, a contratação de influenciadores digitais ou de microinfluenciadores precisa trazer retorno do ponto de vista de Marketing e Vendas.

Mencionamos anteriormente que as ações com produtores de conteúdo devem fazer parte de uma estratégia concreta, com objetivos claros e ações definidas para chegar até eles. A partir de então, é necessário medir o retorno sobre o investimento – considerando, é claro, o motivo pelo qual realizou este aporte financeiro.

Se a sua ação visa a ampliar o reconhecimento de sua marca pelo público, por exemplo, avaliar o aumento de seguidores nas redes sociais e controlar o número de visitantes pelo Google Analytics por meio de links com tags é um caminho. Caso o objetivo, por outro lado, seja a consolidação de vendas ou a geração de leads, o impacto na receita deverá ser medido, inclusive em um período maior de tempo.

O importante é que não negligencie essa mensuração, levando em conta que, muito mais do que imagem, o relacionamento com microinfluenciadores e influenciadores deve também trazer resultados concretos!