Planejamento de
Redes Sociais:
passo a passo
para montar o seu

Planejamento de Redes Sociais: passo a passo para montar o seu

Gerenciar mídias sociais é uma atividade muito mais estratégica do que pode aparentar. Por trás de canais como Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, deve existir um trabalho refinado para alcançar os objetivos do negócio, sejam eles relacionados a reconhecimento de marca, interação com o público ou geração de leads. Mas, para que isso aconteça, um planejamento eficiente de redes sociais é ponto de partida fundamental.
Neste artigo, vamos detalhar o passo a passo para você realizar o seu plano para mídias sociais!

Qual o papel do planejamento de redes sociais?

Antes de apresentar nosso caminho das pedras, que seguimos na execução dos projetos de nossos clientes, vale a pena ressaltar a importância de se realizar um planejamento de redes sociais antes de iniciar qualquer ação nesses canais.

Assim como em qualquer atividade da área de Marketing, trabalhar sem um direcionamento claro sobre objetivos e táticas resulta em pouca efetividade e, muitas vezes, em desperdício de verba que pode ser fundamental para o crescimento da empresa.

Infelizmente, este é o cenário da maioria das empresas que utilizam redes sociais hoje no mercado brasileiro. Segundo a pesquisa Social Media Trends, apenas 43,6% das organizações consultadas atuam com uma estratégia concreta e um calendário editorial definido para mídias sociais.

Vale destacar, neste sentido, que trabalhar com redes sociais vai muito além de simplesmente compartilhar conteúdos nestes canais. É possível alcançar resultados bastante sólidos para divulgação da marca, engajamento com a audiência, vendas e captação de leads e geração de tráfego para o site ou para o blog do negócio quanto se realiza um planejamento efetivo para redes sociais.

Etapas fundamentais para planejar ações em redes sociais

Agora, vamos apresentar o passo a passo que seguimos para planejar ações e gerenciamento em redes sociais, com o objetivo de alcançar sempre os melhores resultados:

1.Definição de objetivos a serem alcançados

A primeira coisa a ser feita, sem dúvidas, é entender o que se deseja alcançar com as redes sociais. Os objetivos aqui podem ser múltiplos, mas precisam estar 100% claros.

Alguns exemplos do que pode ser considerado:

  • Ampliar reconhecimento da marca
  • Promover uma imagem específica sobre a empresa
  • Engajar clientes e potenciais clientes
  • Gerar oportunidades comerciais
  • Atrair novos funcionários

É claro, quanto mais objetivos existirem, mais complexa será a gestão das redes sociais e a criação de conteúdo, para que todos eles possam ser alcançados, mantendo a coerência nas publicações.

2.Identificação de públicos

O segundo passo é entender os públicos que devem ser alcançados pela estratégia, aprofundando-se no perfil dessas personas. O ideal é conhecer algumas características essenciais, como as abaixo:

  • Características demográficas (como idade, gênero, localização, etc)
  • Principais desafios cotidianos que podem ser solucionados pela sua empresa
  • Como costumam se informar e quais redes sociais mais utilizam
  • Quais são suas crenças e o que valorizam

A partir de então, ficará muito mais fácil escolher quais redes sociais focar, entender como o conteúdo deve ser elaborado e definir como deve ser o tom de voz da sua marca nesses canais digitais.

3.Definição das redes a serem trabalhadas

Com objetivos e públicos definidos, é hora de escolher quais as redes sociais que serão utilizadas. Neste momento, é muito importante entender que você não precisa possuir perfis em todas elas, mas sim focar nas que trarão melhores resultados.

Caso contrário, sua equipe ou agência irá dispender energia em canais que podem ser poucos efetivos para a estratégia, em vez de aperfeiçoar as ações naqueles que trarão os resultados mais significativos.

Lembre-se que cada rede social possui suas próprias características e que você pode utilizá-las para diferentes fins. Por exemplo, caso atue no segmento B2C, poderá focar em atração de talentos no LinkedIn e em engajamento com o público consumidor em canais como Instagram e Facebook.

Mas, se atuar no mercado B2B, o foco pode ser diferente. O LinkedIn pode ser o canal para interagir com clientes e potenciais clientes, enquanto o Instagram se torna uma rede para mostrar o dia a dia da empresa de forma a engajar potenciais funcionários.

Por esta razão, é essencial dedicar tempo e atenção para os dois passos anteriores, levantando objetivos claros e entendendo o que é relevante para o público alvo e como ele utiliza redes sociais em seu dia a dia.

4. Tom de voz e identidade visual

A etapa seguinte de seu planejamento de redes sociais é muito importante: estabelecer linguagem textual e visual para o conteúdo a ser elaborado. Pode parecer algo trivial, mas não é.

Quanto ao tom de voz, ele irá representar a forma como a sua empresa falaria se fosse uma pessoa – e isso terá um grande impacto na percepção da sua marca pelos públicos. Associe características ao estilo do texto, escolhendo entre fatores como informal ou formal, técnico ou acessível, animado ou sério, entre outros.

Falando em identidade visual, ela deve refletir a identidade que a sua marca já possui, mas considerando adequação para as redes sociais em estilo de fotos e grafismos, fonte e cores. Pode-se, ainda, definir estilos diferentes para cada público, ajudando a diferenciar as comunicações.

5. Formatos e conteúdos base para calendário editorial

Finalmente chegamos ao cerne do planejamento de redes sociais, a produção de conteúdo. É claro, você não deve antecipar o desenvolvimento de postagens para um longo período de tempo, ou irá perder a espontaneidade inerente às mídias sociais.

Mas, nesta etapa, irá definir fatores como:

  • Frequência de publicação em cada rede social
  • Formatos dos conteúdos
  • Conteúdos fixos
  • Campanhas previstas
  • Datas comemorativas relevantes

Com isso, pode-se deixar uma estrutura planejada de conteúdo a ser criado semanalmente ou quinzenalmente, dentro de um escopo bastante claro. Neste momento, vale a pena buscar também referências do que outras marcas estão produzindo de conteúdo, tanto no Brasil quanto em outros países.

6. Ferramenta de gestão de redes sociais

Durante o planejamento de redes sociais é importante já escolher qual será a ferramenta de gestão para as redes sociais. Com sistemas online como Mlabs, Hootsuite, Etus e Buffer, sua empresa pode agendar publicações e gerenciar o calendário editorial, otimizando o tempo da equipe.

Para definir a melhor para a sua estratégica, considere as funcionalidades disponíveis, o preço e o suporte oferecido.

7. Atendimento via redes sociais

Cada canal de interação aberto ao público se torna também um canal de atendimento. Portanto, já no seu planejamento, considere qual será o fluxo de resposta a mensagens e comentários, assim como quais mensagens padrão devem ser utilizadas.

Caso seu público seja grande e ativo, vale a pena definir também um responsável dedicado ao menos part-time para esta função.

8. Monitoramento de resultados e interações

Da mesma forma que ao trabalhar com redes sociais você cria um canal de atendimento, terá também um novo canal para análise de resultados e interações.

Todas as redes sociais possuem ferramentas de análises com as quais poderá mensurar os resultados das publicações, além da possibilidade de integração com ferramentas de análise do seu site, como o Google Analytics.

Nesta etapa, então, você deve estabelecer quais serão as métricas monitoradas e com qual regularidade, além das metas principais a serem alcançadas.

10. Revisão e ajustes na estratégia

Por fim, existe uma atividade relacionada ao planejamento, mas que acontece ao longo da sua execução e implementação. Como todo bom planejamento, o seu plano para redes sociais deverá ser continuamente analisado e, inclusive, alterado para que os resultados sejam alcançados.

Esse dinamismo entre análise e ajuste de estratégia permitirá que suas ações não fiquem datadas e acompanhem a velocidade com a qual as redes sociais e o comportamento de seus usuários se modificam.

Refine a sua estratégia de redes sociais!

Provavelmente a sua empresa já utilize redes sociais dentro da sua estratégia de Marketing. Existem grandes oportunidades, entretanto, se você puder rever seu planejamento para esses canais digitais, especialmente se não fez isso no início do trabalho.

Com um excelente planejamento de redes sociais e objetivos claros a serem alcançados, sua estratégia trará melhores resultados e ocupará um papel importante para o crescimento da empresa!